[Página da IACM]


Boletim da IACM de 19. Abril 2016

Financiamento Coletivo para a Cannabis Medicinal: A instituição de caridade “Declaração Cannabis Medicinal” (MCD) lança um financiamento coletivo para uma ampla campanha de informação mundial.

E se você tivesse uma doença grave que o impedia de viver uma vida normal?
Medicamentos convencionais pode não funcionar sempre. E se houvesse uma medicina natural acessível que poderia ajudar, mas não havia nenhuma fonte confiável de informações sobre esta medicina ou leis nacionais que não permitiam de você usá-la?

Esta é a situação enfrentada por milhões de pessoas em todo o mundo, que sofrem de condições médicas graves, como esclerose múltipla, epilepsia, dor crônica, depressão grave e transtorno de estresse pós-traumático ou doenças inflamatórias crónicas. Apenas cerca de 10 dos 200 países no mundo têm uma legislação que confere aos cidadãos o acesso ao uso medicinal da cannabis e canabinóides, compostos ativos encontrados nas plantas de cannabis, que pode ajudar a melhorar consideravelmente a qualidade de vida dos pacientes. Cerca de 20 outros países permitem o acesso limitado aos medicamentos à base de cannabis em certos casos específicos. Mais recentemente, no início de 2016, o Parlamento Australiano legalizou a cannabis medicinal depois de uma longa campanha. No entanto, em mais de 150 países ainda não há um acesso legal aos medicamentos à base de cannabis.

Quando se trata de questões de saúde, a informação é fundamental. Sob o lema "Diga sim a cannabis como medicina", a instituição de caridade MCD (www.medical-cannabis-declaration.org) visa aumentar a consciência dos benefícios da cannabis medicinal, disponibilizando décadas de pesquisa gratuitamente. MCD irá compartilhar as informações nas línguas mais faladas no mundo, apoiando redes de contatos entre pacientes e médicos, e, finalmente, promoverá o acesso legal à cannabis como medicina em todos os países do mundo.

Campanha de Informação Multilingue “Diga sim ao cannabis como medicina”! – Say yes to cannabis as medicine”!

Com a ajuda do público, MCD lançará uma campanha global de informação multilingue sobre a cannabis medicinal em vários idiomas dirigidas aos profissionais médicos, decisores políticos e tambem aos pacientes. A campanha é apoiada por grandes profissionais médicos internacionais.
Com os fundos levantados através do financiamento coletivo o MCD irá criar e expandir uma base de dados sobre todos os aspectos da cannabis como medicina para os pacientes e profissionais médicos, bem como para os decisores políticos e o público em geral. O banco de dados e boletim de informação regular será disponível gratuitamente em várias línguas. Os recursos captados também contribuirão para apoiar a cooperação estreita com as plataformas sobre a cannabis como medicina existentes, bem como interligar e expandir redes médicos e de pacientes existentes – especialmente com a Associação Internacional pelos Canabinóides na Medicina (IACM).

O projeto pretende criar uma comunidade de pessoas que podem ajudar nos níveis local, nacional e internacional, fornecendo informações sobre a cannabis como medicina. O projeto também apoiará as organizações existentes, que lutam por uma melhoria do acesso legal à cannabis medicinal em seus países. MCD vai divulgar a "Declaração pelo Cannabis Medicinal" e ajudará os interessados a entrar em contato uns com os outros e permitir-lhes aprender com o trabalho um do outro.


MCD espera que outras associações e organizações, grupos e indivíduos decidem aderir a esta campanha crescente para apoiar com força pacientes que lutam para se beneficiar de cannabis medicinal e tornar a cannabis medicinal legalmente disponíveis no mundo todo.


A campanha "Sim a cannabis como medicina" começa no dia 19 de abril, correndo até o dia 18 de junho, e pode ser encontrado em (Indigogo).

Contact:
Luis Sarmento
“Yes to cannabis as medicine” Campaign coordinator
crowdfunding@medical-cannabis-declaration.org

Social Media:
FaceBook: www.facebook.com/medcanndeclaration
Twitter: www.twitter.com/MediCannDecla; MCD mantelo-à actualizado através do Hashtag #YesToMedicalCannabis
LinkedIn: www.linkedin.com/company/medical-cannabis-declaration
Video: https://youtu.be/_pSPPGBz1Js

Medical Cannabis Declaration: www.medical-cannabis-declaration.org/
Crowdfunding page: www.medical-cannabis-declaration.org/crowdfunding
Pode encontrar o mapa representando o accesso a cannabis medicinal pelo mundo, assim como o logotipo da camapanha em: medical-cannabis-declaration.org/supporting-materials-for-the-campaign-2/

Quem somos nós: A organização de caridade Medical Cannabis Declaration (The Medical Cannabis Declaration)
Um grupo de profissionais médicos e pacientes de cannabis médicinal decidiram avançar no reconhecimento da cannabis medicinal como um direito médico, com o lançamento da "Declaração pelo Cannabis Médicinal" (MCD).
A organização de caridade MCD é uma plataforma online fundada em 16 de fevereiro de 2013, em Ruethen, Alemanha, que visa promover a prescrição e uso de cannabis medicinal seguro e regular, a nível mundial, com base em dois pilares principais:

1. Todo paciente tem o direito de acessar cannabis e canabinóides para tratamento médico supervisionado por um médico.

2. Cada médico tem o direito de tratar seus pacientes com canabinóides e produtos de cannabis.

Esta declaração é baseada na Declaração Universal dos Direitos Humanos, adoptada pelas Nações Unidas em 1948, que diz que "Toda pessoa tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal" (artigo 3º).
MCD acredita que os pacientes têm muito a ganhar com o acesso à cannabis como tratamento medicinal.

Mais informações: www.medical-cannabis-declaration.org

Informações gerais:
Doenças mais importantes para o tratamento com cannabis medicinal
Estes são principalmente cinco domínios:
1) A dor crônica de diferentes tipos, da dor neuropática até a enxaqueca;
2) As doenças inflamatórias crónicas, tais como a doença de Crohn; reumatismo;
3) As condições psiquiátricas, como depressão severa e transtorno de estresse pós-traumático;
4) doenças neurológicas tais como a esclerose múltipla, a epilepsia e síndrome de Tourette;
5) Perda de apetite e náuseas de diferentes origens; mas também um certo número de outras condições médicas, incluindo a asma e glaucoma.

Centenas de estudos científicos sobre o uso medicinal da cannabis e os canabinóides são publicados e mais seguirão nos próximos anos. A Associação Internacional pelos Canabinóides na Medicina (IACM, www.cannabis-med.org) permite fácil acesso a estes estudos por meio de um banco de dados e boletim - MCD e a campanha "Sim a cannabis como medicina" irá cooperar fortemente com IACM para juntar forças. IACM acolhe e vai apoiar a campanha.

Relembrando o passado

Um ano atrás

Dois anos atrás

[Voltar à visão geral]  [Página da IACM]


up

Conferências

The Cannabinoid Conference 2017 of the IACM, 29-30 September 2017, Cologne, Alemanha.

IACM on Twitter

Follow us on twitter @IACM_Bulletin where you can send us inquiries and receive updates on research studies and news articles.